ARGOS


 

A área que envolve a antiga fábrica, seus antigos conjuntos de creche e teatro e as vilas operárias de seu entorno começou a surgiu em 1913, com a criação da Sociedade Industrial Jundiaiense logo em seguida mudada para Argos Industrial. Ocupou a área externa do centro entre rios do rio Guapeva, sendo um remanescente único dessa fase da primeira industrialização da cidade (ao lado da Ponte Torta) e um local dos mais agradáveis para o centro.

 

Uma de suas características é ter prolongado o traçado original da Estrada Velha de São Paulo, que desde tempos coloniais vinha da região central pelas atuais rua Marechal Deodoro e avenida Dr. Cavalcanti apenas até a rua Bartolomeu Lourenço, onde chegava até a atual ponte da rua Vigário J.J. Rodrigues antes de seguir pelas atuais ruas Olavo Guimarães e Emile Pilon e pela avenida Brasil.

 

Uma das atrações é a Biblioteca Pública (avenida Dr. Cavalcanti, 396), situada dentro do complexo da antiga fábrica e ao lado da centenária chaminé. Tem gibiteca, auditório e eventos.

 

Ao seu lado está o Centro de Convivência do Idoso, o Criju (avenida Dr. Cavalcanti, 396), com cursos e atividades além de concorridos bailes de veteranos nas tardes de sábado.

 

Pouco adiante está o Parque Linear do Rio Guapeva (entre a avenida Dr. Cavalcanti e a rua Prudente de Moraes), uma passagem de pedestres que permite o contato com espécies de aves como a lavadeira-mascarada e está planejado para ser estendido até a rua Vigário J.J. Rodrigues.

 

Uma caminhada pela chamada Vila Argos Nova (entre a rua Ernesto Diederichsen e Monteiro Lobato em um sentido e entre a rua Dr. Cavalcanti e XV de Novembro de outro) é um passeio por fachadas arquitetônicas de mestres pedreiros do passado. Vale esticar nas manhãs de domingo até o Clube do Carro Antigo (rua Aristeu Dagoni, 15), quando ocorrem encontros entre aficcionados quase ao lado de onde em 2015 ocorreu a experiência sociocultural chamada Ocupa Colaborativa.

 

Essa área faz parte do chamado Caminho d Palha (veja mais em Largo do Chafariz).

 

Mais discreta, a Vila Argos Velha (entre a rua Vigário J.J. Rodrigues e as avenidas José do Patrocínio e Dr. Cavalcanti) é um conjunto menor de casas. Mas tem para visitantes as opções do restaurante Esquina Gaúcha (avenida Dr. Cavalcanti, 299) e da Espetaria Bovino´s (avenida José do Patrocínio, 450),

 

O local também abriga um Varejão Noturno (na avenida Dr. Cavalcanti) nas noites de quinta-feira.

 

Do outro lado da avenida que faz a “divisa” podem ser avistados uma Mesquita Islâmica, uma antiga fábrica preservada pela Receita Federal, a sede do tradicional refrigerante Turbaína criado em 1932 pela atual Ferráspari e ainda outros pontos de encontro como o Nosso Bar.

 

Faz ligações com as regiões da Ponte Torta pela avenida José do Patrocínio, com o Largo São José pela rua Vigário J.J. Rodrigues e avenida Dr. Cavalcanti e com a Estrada de São João pelas ruas Prudente de Moraes e XV de Novembro.

 
 
contato@jundiahy.com.br

Museu  brasao_jundPernamb
  Site Map